sexta-feira, 28 de setembro de 2012

SÁ PINTO: ‘Ganhar é palavra de ordem’


Fonte: www.sporting.pt

Ricardo Sá Pinto esteve, na tarde de sexta-feira, na sala de imprensa António Capela, para fazer a antevisão do jogo com o Estoril. O técnico «leonino» garantiu que o grupo está como sempre esteve, unido e focado na vitória.

Sobre o adversário de sábado, o técnico «leonino» admitiu: “Acredito nas palavras que o treinador do Estoril proferiu, de que querem conquistar pontos. Aconteceu o mesmo com o Gil Vicente, mas não deixámos, tal como não vamos deixar amanhã.”

Sá Pinto admitiu que as vitórias são importantes, dão confiança à equipa e o que o Sporting não foge à regra: “Andávamos à procura da vitória, ela surgiu, mas era merecida há muito tempo.”

Nas entrevistas concedidas pelos jogadores do Sporting tem ficado bem patente o apoio a Ricardo Sá Pinto, mas isso é algo que não causa estranheza ao treinador «verde e branco». “Constato o facto que já tinha referido antes do jogo com o Gil Vicente sobre as notícias que falavam em mau ambiente. Não há nem haverá nenhum caso, há um relacionamento saudável, sério e de grande frontalidade entre equipa técnica e jogadores. Não podem haver jogadores 100 % felizes porque querem é jogar. Mas todos têm sido extraordinários e percebem qual o papel deles dentro da equipa. Estão todos envolvidos no objectivo de tornar o Sporting ainda mais forte.”

Sobre as arbitragens e as queixas que têm sido feitas pelos clubes, Sá Pinto salientou: “É importante que não nos desviemos da essência do espectáculo. O futebol gera grandes emoções, todos temos responsabilidades e todos queremos vencer. As regras são iguais para todos e é normal que o descontentamento seja emitido de forma civilizada com dados concretos. Não podemos é desvirtuar situações e dizer que não ganhámos por causa dos árbitros, quando isso não acontece. Acredito na seriedade dos árbitros. É importante que tenhamos uma atitude séria e de entreajuda. Situações existem, todos erram e é importante que os erros não sejam consecutivos.”

Sá Pinto enalteceu a forma como a sua equipa tem encarado os jogos e a forma como viveu o triunfo ante o Gil Vicente: “A equipa tem tido atitude, tem tido um bom comportamento na abordagem ao jogo e estava a precisar de um triunfo. O índice de confiança sobe após as vitórias. Os resultados são importantes e todos queremos vencer o jogo seguinte e vamos querer conquistar os três pontos.”

O treinador garantiu que não é pelo facto de o Sporting ter ganho ao Gil Vicente que vai mudar a forma de estar. “A nossa forma de encarar os jogos é sempre a esma: gostamos, queremos e temos de ganhar. Num Clube como o Sporting só vivemos das vitórias. Vivemos de vitórias e queremos é ganhar. Ganhar é palavra de ordem e é isso que está bem presente.”

Pranjic renuncia à seleção


O sportinguista Danijel Pranjic decidiu renunciar à seleção da Croácia. Tudo por discordar do processo de naturalização de Sammir, jogador brasileiro do Dínamo Zagreb, adversário do FC Porto na Liga dos Campeões.
«Foi uma decisão difícil, mas não posso aceitar ser ignorado para encaixar o Sammir às minhas custas. Até porque fiquei de fora nos dois últimos jogos, com a Macedónia e a Bélgica. É estranho, pois o Stimac [selecionador da Croácia] disse que eu ia jogar um pouco em ambos, e acabei por ficar de fora», lamentou-se o leão à imprensa croata.
«Nessa altura disse a mim mesmo que abandonaria se o Sammir fosse chamado. Não tenho nenhum problema com ele. Sei que é um bom jogador, mas não posso aceitar esta forma de fazer as coisas», atirou o defesa de 30 anos, que representa a seleção desde 2004.

Fonte: www.zerozero.pt

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

«Vamos lutar por Sá Pinto para sermos campeões» - Rui Patrício

É uma das grandes referências do Sporting, um dos capitães de equipa, e fala a A BOLA na manhã seguinte à primeira vitória leonina para o campeonato. A vitória que pode levar o leão a fazer o clique. O guarda-redes sai em defesa do treinador, que considera fantástico, e aponta ao título. Diz que o grupo está pronto para a guerra.

Falamos depois de um jogo importantíssimo, de uma vitória muito sofrida com o Gil Vicente. Como é que viveu o momento?

Foi bom. São as vitórias que nos dão alegrias e conseguimos ganhar, que era o mais importante. Acredito que agora vamos entrar na senda das vitórias.

Foi determinante com uma defesa que evitou o 2-0 para o Gil Vicente...

Mas isso é o menos. Temos de estar sempre preparados para qualquer situação. Praticamente só toquei duas vezes na bola... Ou melhor, numa não toquei, pois foi golo... Temos de estar sempre concentrados durante os 90 minutos pois a qualquer momento somos chamados a intervir.

O grupo sentia mesmo que era fundamental ganhar o jogo...

Todos os jogos são para ganhar! Somos o Sporting, um clube que nasceu para vencer e este ano acredito que vamos fazer uma excelente época, apesar de não termos começado bem. Mas começámos a dar a volta ontem [segunda-feira] com o Gil Vicente.

Esta vitória serve para dar o clique que faltava?

Sabemos que o início da temporada não correu como queríamos mas acredito que vamos conseguir o objetivo. Temos uma grande equipa, excelentes jogadores, um excelente treinador e uma excelente Direção e acredito que temos tudo para chegar ao título.

A semana anterior foi muito conturbada, muito se falou da situação crítica em que se encontrava o treinador Sá Pinto. Como é que viveram esses dias?

Sabemos que temos de estar preparados. Quando não se ganha é lógico que as coisas não estão como queremos, mas somos profissionais, temos de saber viver com isso.

Sentiam que o lugar de Sá Pinto estava dependente do resultado desse jogo?

Não! Temos toda a confiança no mister Sá Pinto. Ou seja, estamos todos unidos e vamos todos para a guerra!

Acreditam que podem ser campeões com Sá Pinto?

Sim, claro! Temos tudo para sermos campeões e vamos lutar por ele para isso.

Fonte: www.abola.pt

«Gosto muito de Sá Pinto»

Steven Defour, médio belga do FC Porto, acredita que Ricardo Sá Pinto tem valor para inverter a situação periclitante que vive no comando técnico do Sporting.

«Gosto muito dele, é uma boa pessoa. Acredito que vai dar tudo para alterar a situação», diz Defour, em entrevista à RTP.

O jogador portista guarda na memória a postura apaixonada do treinador leonino no banco do Sporting, durante o encontro da última época com os azuis-e-brancos, no Estádio do Dragão.

«Não me esqueço das reações dele, dos gritos. Era igual como jogador», aponta o belga.

Fonte: www.abola.pt

Rafael Veloso no Blackburn Rovers

Rafael Veloso vai ser jogador do Blackburn Rovers. O jovem guarda-redes, de apenas 18 anos, que cumpriu grande parte da formação ao serviço do Sporting, já tem acordo com o clube do Championship, devendo, ao que tudo indica, assinar hoje um contrato de três ou quatro anos com o clube inglês. 

Rafael Veloso já se encontra em solo britânico desde o passado domingo, realizou ontem os habituais exames médicos e tem quase tudo acertado para se tornar companheiro de equipa de Nuno Gomes.

Com a saída de Rafael Veloso, o Sporting acaba apenas por receber apenas os direitos de formação do guarda-redes, um valor que anda na ordem dos 230 mil euros. Números que não eram do agrado dos leões, que, tendo em conta o valor do jogador, pretendiam prolongar o seu contrato e assim poderem ter margem para negociar uma possível transferência.

Natural da Lourinhã, Rafael Veloso representou o Lourinhanense e o Torreense antes de rumar a Alcochete. Foi campeão nacional de juniores pelo Sporting e cedo deu nas vistas na formação do clube leonino. O Barcelona foi um dos clubes que observou o guarda-redes.

Rafael Veloso treinou-se várias vezes com o plantel principal do Sporting e sempre manifestou vontade de permanecer em Alvalade, mas os números apresentados pelo Sporting nunca foram do agrado do jogador.

Fonte: www.abola.pt

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Sá Pinto passa no teste de popularidade

Bate forte o coração de leão.

Na hora do tudo ou nada, Ricardo Sá Pinto cortou radicalmente com o passado recente, ao ponto de deixar cair o 4x3x3 que sempre defendeu. O treinador, ciente da necessidade de vencer, para encurtar distâncias, mas mais ainda para afugentar o chicote que ameaçava estalar, estendeu a equipa num 4x4x2.

Um Sporting mais ofensivo, de acordo com o que os adeptos tanto vinham exigindo. Estes gostaram da ousadia e fizeram-no saber ainda antes do apito inicial... Quando o onze eleito por Sá Pinto subiu ao relvado para cumprir o tradicional período de aquecimento, logo se percebeu que algo estava diferente... Insúa de volta, Rinaudo também e ainda Viola em estreia como titular.

A inclusão do trio argentino alegrou os sportinguistas e nem as ausências de Gelson, a quem os adeptos tanto têm louvado o espírito de sacrifício, e Carrillo, o novo menino-bonito de Alvalade, fez perder a esperança.

Empatia

Como sempre, Sá Pinto, surgiu no relvado para acompanhar de perto os exercícios da equipa. Foi o primeiro “teste de popularidade” de um treinador que, pela primeira vez, tinha visto a sua relação de (tremenda) empatia com a família verde e branca ameaçada pela teimosa ausência de triunfos. Das bancadas ao relvado desceu uma estridente ovação ao treinador, o qual fez questão de agradecer, acenando. Aprovado, portanto.

Pouco depois, Vasco Santos apitava pela primeira vez e Sá Pinto só voltaria a ter sossego bem mais tarde, quando o juiz deu por terminado o encontro. Pelo meio, a agitação do costume mas com ansiedade redobrada. O golo madrugador do Gil Vicente ameaçava fazer perder o tino a qualquer um. Mas não a Sá Pinto... Enérgico sim, mas lúcido ao ponto de nunca se desviar do objetivo: conduzir a equipa ao triunfo. Foi o que aconteceu, depois de muito sofrimento e dois golos cheios de revolta.

O jogo, esse, terminou como começou. Com Luís Duque agarrado a Sá Pinto e a sentir de perto que o Coração de Leão continua a bater. Forte...

Fonte: www.record.pt

Sporting defronta Moreirense

Na 3.ª eliminatória da taça.

O sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal ditou um embate entre o Sporting e o Moreirense, em Moreira de Cónegos.

O Benfica desloca-se ao reduto do Freamunde, conjunto da 2.ª Liga, e o FC Porto ao do Santa Eulália de Vizela, da 3.ª Divisão (Série B).

A Académica, atual detentor do troféu, defronta o Ponte da Barca (3.ª Divisão, Série A).

A data marcada para os jogos é 21 de outubro, um domingo, mas os clubes envolvidos na competições europeias já pediram alterações.

FC Porto e Sporting preferem jogar no dia anterior (20), o Sp. Braga quer a sexta-feira (19) e o Benfica, quinta (18) ou sexta-feira.

Resultado do sorteio:

Naval-Arouca/Trofense
Aguiar da Beira-União de Lamas
Reguengos Monsaraz-Farense
Vitória de Guimarães-Vilaverdense
Ponte da Barca-Académica
Oliveira do Hospital-Ribeirão
Olhanense-1.º Dezembro
Desportivo Aves-Tirsense
Sacavenense-U. Leiria
Freamunde-Benfica
Moreirense-Sporting
Limianos-Tourizense
Pampilhosa-Sp. Covilhã
Fátima-Penalva do Castelo
Fabril-Eléctrico
Vitória de Setúbal-Tondela
Aliados Lordelo-UD Oliveirense
Beira Mar-Penafiel
Varzim-Mirandela
Santa Eulália de Vizela-FC Porto
Nacional-Sp. Espinho
Pinhalnovense-Lourinhanense
Marítimo-AD Oliveirense
Gondomar-Gil Vicente
Nogueirense-Santa Clara
Operário/Caldas-Coimbrões
Anadia-Belenenses
Rio Ave-Portimonense
Pedras Rubras-U. Madeira
Estoril-P. Ferreira
Feirense-Fafe
Sp. Braga-Leixões

Fonte: www.record.pt

domingo, 23 de setembro de 2012

Sá Pinto: «Vamos entrar no caminho das vitórias»


Fonte: www.record.xl.pt

A conferência de imprensa de lançamento do encontro frente ao Gil Vicente começou com um ponto prévio do treinador Sá Pinto, onde desmentiu algumas das notícias que aludiam a problemas no seio do balneário. Depois disso, a conversa centrou-se no emblema de Barcelos.

"Estamos unidos e temos conciência de que perante os resultados registados podemos melhorar. Estamos a melhorar e a equipa acredita que os resultados vão aparecer, não temos a mínima dúvida que estamos no caminho certo e que vamos ganhar o jogo", revelou.

"Não me afasto do que é realmente importante. Estou unicamente com o pensamento em ganhar o jogo de amanhã frente ao Gil Vicente. E acreditamos mesmo que esta fase menos positiva de resultados vai acabar, que vamos ganhar o jogo e entrar no caminho das vitórias", disse depois.

"Espero um Gil Vicente atrevido e que nos vai colocar alguns problemas, porque à imagem de outros anos e deste ano, onde já empatou com o FC Porto, é uma equipa que vai estar sempre à espera do momento em que nos pode criar problemas ou descobrir um espaço ou algum desequilíbrio nosso. Equipa organizada, com bons jogadores na frente, que são rápidos", rematou.

sábado, 22 de setembro de 2012

Métodos à Queiroz irritam jogadores




A gestão que Sá Pinto faz no grupo de trabalho está a dividir os jogadores do Sporting. Fonte próxima do plantel admitiu ontem ao CM haver uma "saturação" em relação aos métodos do técnico. "Os jogadores estão um pouco cansados de tantas palestras e sessões de vídeo intermináveis, que param quase minuto a minuto para se corrigirem erros", contou a mesma fonte, adiantando que no grupo há quem apelide esta metodologia de "estilo Carlos Queiroz".


Os profissionais leoninos queixam-se também de que Sá Pinto, de 39 anos, fala muito mas não identifica os problemas concretos nem apresenta soluções.
Outra fonte contactada pelo Correio da Manhã frisou que o treinador cometeu um grande erro ao pensar que tinha o clube da mão, escudando-se no seu passado de jogador dos leões e na empatia criada com os sócios. "Agora, os adeptos já o assobiam", acrescentou.
A mesma fonte frisou, também, que os dirigentes estão na expectativa: "A direcção deu a Sá Pinto todas as condições de trabalho. Teve os jogadores que pediu, dispensou quem quis e mudou o que lhe apeteceu na estrutura de suporte ao futebol. Penso que estão a analisar o real peso de Sá Pinto no Sporting."
No plantel, outro caso está a dividir significativamente os futebolistas: o ostracismo para com Insúa. Muitos jogadores não compreendem o afastamento do argentino, que dizem ter sido um dos melhores na época passada. Aliás, o relacionamento entre jogador e técnico conheceu a pior fase num treino há cerca de duas semanas. O treinador deu-lhe uma ordem, o jogador não gostou e confrontou-o, gerando--se uma azeda troca de palavras.
O CM soube, ainda, que o jogo com o Gil Vicente, na segunda-feira, assume elevada importância para a continuidade de Sá Pinto caso o Sporting (2 pontos em 3 jogos) não vença.
EM CHOQUE COM MÉDIOS
O relacionamento de Sá Pinto com alguns jogadores não tem sido fácil. O CM soube que já houve choques com Izmailov, entretanto reabilitado, e Onyewu, que já deixou o clube. Agora, segundo as fontes contactadas, foi a vez de Labyad e Schaars entrarem em rota de colisão com o técnico. O jovem médio-direito (19 anos) acusa-o de não jogar na sua posição, enquanto o holandês (28), influente em 2011/12, passou à condição de suplente.
PREPARAÇÃO FÍSICA EM CAUSA
Rui Patrício, Elias, André Carriço e André Martins são os que mais defendem Sá Pinto.

Contudo, alguns estrangeiros, chegados esta época a Alvalade, constataram que "o Sporting tem uma excelente equipa mas está mal fisicamente". Mas há quem defenda que o Sporting, a jogar com dez, deu excelente resposta frente ao Basileia e que o desgaste está na "falta de apoio ofensivo que a equipa revela".


Fonte: www.cmjornal.pt

Alerta em Alvalade: Lugar de Sá Pinto em risco

Toca o sinal de alarme em Alvalade. O empate da equipa do Sporting na primeira jornada da fase de grupos da Liga Europa - 0-0 com o Basileia - foi como que mais um sinal a juntar a outros que fazem assim soar as sirenes de alerta no seio do reino do leão. Desta forma, o lugar do treinador Ricardo Sá Pinto está em risco.

Na base deste cenário de possível saída de Sá Pinto do comando técnico da equipa estão não apenas os resultados negativos neste arranque de temporada. É certo que no campeonato os leões ainda não venceram - empates fora com Vitória de Guimarães (0-0) e Marítimo (1-1); derrota caseira com o Rio Ave (0-1) - e na Liga Europa empataram com o Horsens na Dinamarca (1-1) e com o Basileia, tendo vencido apenas no jogo da segunda mão do play-off com os dinamarqueses (5-0). 

Mas a juntar aos maus resultados, muito aquém do esperado, estão as fracas exibições da equipa. O nível exibicional está muitos furos abaixo dos objetivos traçados e isso vem agravar ainda mais o cenário de alerta, que nesta altura está já num grau elevado de risco.

A contribuir para este clima de tensão estão também questões táticas. O sistema privilegiado por Sá Pinto, que tem apostado muitas vezes num 4x2x3x1 que se tem revelado pouco criativo e por muitos considerado demasiado defensivo, não está a agradar, e tem sido inclusivamente muito questionado, acrescentando assim mais alguns focos de insatisfação no seio do reino leonino.

Fonte: www.abola.pt

Sá Pinto pode estar de saída do Sporting

O «reinado» de Ricardo Sá Pinto como treinador do Sporting pode estar perto do final. O jornal O Jogo avança que a SAD «diagnosticou um conjunto de problemas» e, por isso, entende que o espaço do treinador «se esvaziou».

«Nessa medida, o presidente Godinho Lopes e os homens do futebol, Luís Duque e Carlos Freitas, estão a tomar as providências que entendem por necessárias para que seja promovida uma sucessão capaz de servir os objetivos traçados para a presente temporada», pode ler-se no jornal que admite que a partida com o Gil Vicente pode ser «a última» de Sá Pinto.
Em cima da mesa pode também estar uma saída por «opção própria» do técnico.

Fonte: www.zerozero.pt

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Cântico passa a "aperta mas é contigo Sá Pinto"


“Aperta com eles Sá Pinto e mostra-lhes o que é o Sporting”, era o cântico oficial do treinador.

Era, já não é... Agora, a paciência esgotou-se em Alvalade e a letra, outrora escrita pelos adeptos em honra do Coração de Leão, foi alterada. A versão atual, ontem em noite de estreia, é ligeiramente diferente e serve para demonstrar o estado da nação sportinguista.

“Aperta contigo Sá Pinto”, ouviu-se no topo norte, sector onde se concentram os Directivo Ultra XXI, a segunda claque mais representativa do clube. Sá Pinto registou.

Cabisbaixo, o treinador deixava o relvado ao som do cântico e confortando Labyad, que, tal como os companheiros, fora forçado pelo técnico a agradecer aos adeptos e a suportar a tremenda vaia que lhes estava destinada.

Fonte: www.record.pt

Rojo levou Sá Pinto ao desespero


O lance parecia inofensivo, mas Rojo acabou por perder a bola na saída para o ataque, sobre o flanco esquerdo, contrariando a indicação de Sá Pinto, que pedia ao central que atrasasse a bola para Rui Patrício, devido à pressão rival. Mas a opção foi outra e deu para o torto... Rojo perdeu a bola para Salah e viu-se forçado a fazer uma falta que lhe valeu um amarelo.

O treinador não gostou e, de costas para o jogo, não parou de criticar, praguejando. O desespero do treinador foi tão grande, que até o árbitro israelita se aproximou dele. Não para o recriminar mas para aconselhar calma, solidarizando-se em forma de um sorriso cúmplice.

Fonte: www.record.pt

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Basileia ao alcance do Sporting, considera Jorge Teixeira


O jogador português Jorge Teixeira, a atuar na equipa suíça do Zurique, conhece bem o Basileia adversário do Sporting, hoje à noite, em jogo da 1.ª jornada do Grupo G da Liga Europa. Uma equipa que está ao alcance dos "leões", como revelou à Antena 1.


O futebolista que fez a sua formação no clube leonino e foi treinado por Paulo Bento vê no Basileia uma boa equipa mas capaz de ser ultrapassada pela formação portuguesa.

O jogador admite que "desde o ano passado o Basileia ficou menos forte mas tem qualidade" e avisa que "o Sporting tem de ter atenção ao corredor direito dos suíços e aos seus avançados, controlando o meio-campo".

Jorge Teixeira considera que "o adversário do Sporting não é equipa para defender muito. Gosta de ter a bola e sair a jogar. Se o Sporting lhes roubar a bola será mais fácil. O Basileia gosta de construir e tem dois elementos experientes no ataque".

Fonte: www.rtp.pt

UEFA já desbloqueou as verbas devidas ao Sporting


A UEFA já deliberou o pagamento das verbas a que o Sporting tem direito relativamente à participação nas competições europeias. O valor em causa será pago a 6 de outubro.

Prova que a situação está regularizada é o facto o Sporting aparecer no site do organismo como um dos clubes que já têm o valor respeitante ao Euro'2012 (643 930 euros).

O Sporting fez chegar à UEFA, a 13 de setembro, toda a documentação relacionada com o pagamento de uma dívida de 1 milhão de euros, cuja falta levou o organismo a incluir os leões numa lista negra de 23 clubes, que viram retidos os prémios monetários resultantes da participação nas competições europeias.

Fonte: www.record.pt

13 clubes observam Sporting-Basileia

O Sporting-Basileia desta noite (20h05) está a suscitar a curiosidade de muitos clubes europeus, que pediram credencial para assistir ao jogo.
São 13 os clubes estrangeiros com observadores nas bancadas do Estádio José Alvalade: Hannover 96 (Alemanha), Manchester City, Everton, Queens Park Rangers e WBA (Inglaterra), AC Milan (Itália), Celta de Vigo, Betis, Villarreal e Valência (Espanha), Libolo (Angola), Genk (Bélgica e nosso rival na Liga Europa) e Spartak Moscovo (Rússia).
O encontro com o Basileia é referente à primeira jornada da fase de grupos da Liga Europa. Em caso de vitória, os «leões» igualam a sua melhor série de vitórias consecutivas nas competições europeias (dez) obtidas entre 1993 e 1997.

Fonte: www.sporting.pt

Sá Pinto: «Se não quisesse pressão tinha ficado nos Sub-19»

Técnico assume responsabilidades.

Sem fugir à responsabilidade de melhorar, Sá Pinto reforçou a confiança nos jogadores e equipa técnica, mostrando-se convicto que as vitórias vão chegar. O técnico espera que isso aconteça já esta quinta-feira com o Basileia (20H05).

"É uma função de grande visibilidade, responsabilidade, e de enorme pressão. Se não me sentisse preparado não estava onde estou. E se não quisesse ter pressão tinha ficado nos Sub-19. Sou um homem de desafios e convicções. Acredito na minha equipa técnica, nas nossas competências", disse à SIC.

Fonte: www.record.pt

João Pereira: «Acreditem sempre»

João Pereira não deixa de acompanhar o dia-a-dia leonino e, perante o mau início, envia mensagem de apoio, através do jornal do clube. “Acreditem sempre”, diz.

Esta noite em Alvalade, o Sporting tem tudo para fazer um arranque de prova positivo e apagar a má imagem que a equipa vem deixando no campeonato, no qual ainda não venceu e empatou por duas vezes.

Os leões recebem os suíços do Basileia, eliminados no "playoff" da Liga dos Campeões pelos romenos do Cluj, que na quarta-feira ganharam ao Sp. Braga por 2-0.

Fonte: www.record.pt

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

«Quero ser o futuro ponta-de-lança do Sporting e da Seleção»

O avançado do Sporting B, Betinho, deu uma entrevista ao jornal do clube, onde confessa ser o seu sonho um dia chegar a ponta-de-lança da Seleção Nacional e da equipa principal dos leões.

Para isso Alberto Coelho, nome do jogador conta com os ensinamentos de Manuel Fernandes para o guiar.

«É muito bom trabalhar com alguém que sente e percebe melhor do que ninguém como é jogar na minha posição, ele dá-me muitos conselhos», diz o jogador que foi recentemente considerado pela revista World Soccer como um dos mais promissores futebolistas da atualidade.

Fonte: www.abola.pt

Viola será único estreante

No extremo oposto de Izmailov, a nível de experiência europeia, está Valentín Viola. O avançado argentino, de 21 anos, contratado ao Racing Avellaneda em agosto, parte em busca do primeiro jogo nas competições da UEFA, já a partir de amanhã, na receção ao Basileia. Titín é, de resto, o único dos 23 elementos (fixos) do plantel leonino que procura a estreia na Europa, uma vez que os restantes reforços e caras novas do grupo já apresentam um mínimo de participações internacionais. De entre os jogadores que vieram somar-se esta época à equipa, Cédric Soares (com 4 presenças) é o menos rodado nestes palcos. Curiosamente, e apesar de ser uma das novidades para 2012/13, o lateral-direito já contava com uma passagem pelos seniores do Sporting, tendo sido lançado por Paulo Sérgio, a 4 de novembro de 2010, frente ao Gent, na Bélgica. Situação semelhante é a de Adrien Silva (13 jogos), que se estreou na Europa pela mão de Paulo Bento, a 12 de dezembro de 2007 (Dínamo Kiev), antes de rodar no Maccabi Haifa e na Académica.

Fonte: www.record.pt

«Carrillo pode dar ainda mais à equipa»

Tem sido uma das figuras da equipa neste início de temporada e o futebol imprevisível e veloz de André Carrillo conquistou definitivamente Sá Pinto e já começa a atrair as atenções de outros clubes estrangeiros. 

O extremo foi titular indiscutível nos cinco encontros oficiais da equipa e o técnico explicou à imprensa peruana porque tem apostado em La Culebra. «André está em grande forma física. Ajudou-nos muito no empate frente ao Marítimo, num jogo que necessitávamos de ganhar», disse Sá Pinto ao Depor.

O peruano está a atravessar momento de grande confiança. Os dois golos que marcou nos jogos com os dinamarqueses do Horsens e as recentes exibições ao serviço da seleção peruana que mereceram elogios generalizados da crítica são bons exemplos de um jogador que, aos 21 anos, tem ainda enorme margem de progressão. «O momento atual de Carrillo é bom, mas sei que pode dar ainda mais à equipa. E se continuar a evoluir desta forma, penso que será difícil ao Sporting segurá-lo», sublinhou o treinador leonino.

Fonte: www.abola.pt

Czar manda na Europa

Pronto para liderar os leões frente ao basileia.

Valeu a pena a espera. Terá sido este o pensamento de Ricardo Sá Pinto quando, no domingo, viu Marat Izmailov assistir Van Wolfswinkel para o golo do Sporting frente ao Marítimo, através de um passe teleguiado que confirmou a inegável qualidade técnica do médio russo.

Depois de ter falhado a pré-época e os quatro jogos inaugurais da temporada, devido a problemas físicos, o Czar realizou 66 minutos no Estádio dos Barreiros, no lugar que vinha sendo ocupado por Diego Capel (na ala esquerda), e pode dizer-se que justificou em pleno a prova de confiança, aumentando desta forma as soluções de ataque tendo em vista os próximos desafios.

Ora, o primeiro acontece já amanhã diante do Basileia e a boa exibição do número 10 no seu primeiro jogo nesta campanha deverá garantir-lhe nova oportunidade de Sá Pinto. O treinador, como se percebeu pela aposta na Madeira, dá sinais de querer entregar a Izmailov um papel importante na manobra da equipa, nesta segunda fase da época. O facto de o criativo estar confiante conjugado com a certeza de que Sá Pinto não faz poupanças tornam Izma numa forte possibilidade se não para o onze para tentar fazer a diferença durante a partida.

De regresso aos relvados, o Czar parece pronto a reassumir o estatuto de jogador do Sporting com maior experiência nas competições da UEFA – por outras palavras, preparado para ser a voz de comando dos leões na receção ao Basileia, na estreia na fase de grupos da Liga Europa. Na soma dos percursos no Lokomotiv Moscovo e no Sporting, Izmailov conta 62 jogos (e 5 golos), mais do que Rui Patrício (51), Pranjic (51), Schaars (44) ou Capel (40).

O russo poderá puxar dos galões precisamente um dia antes de completar 30 anos (sexta-feira), cinco dos quais passados em Alvalade, juntando-se assim aos já “trintões” Boulahrouz e Pranjic.

Fonte: www.record.pt

Recuperar o espírito da época de Peseiro

Ainda é possível reverter o mau arranque.

Dirigentes, equipa técnica e jogadores do Sporting estão convictos de que o mau arranque de temporada – 1 vitória, 3 empates e 1 derrota, em 5 jogos oficiais – não impedirá a formação treinada por Sá Pinto de atingir o nível exibicional desejado e conquistar muitos triunfos nas várias frentes em que está envolvida. No fundo, todos acreditam que os 7 pontos desperdiçados nas primeiras três rondas do campeonato são recuperáveis ao longo de uma temporada que se espera difícil e competitiva.

No espírito de todos – e muito em especial no do treinador – está ainda bem presente a temporada 2004/05, era José Peseiro o treinador e Sá Pinto um dos elementos do plantel verde e branco. Então, oSporting começou o campeonato com um triunfo, é certo, mas depois só voltou a vencer na 6.ª jornada, na visita ao terreno do Estoril-Praia.

Pelo meio, os leões consentiram duas derrotas, com o V.Setúbal no Bonfim e Marítimo em Alvalade; e dois empates, em Vila do Conde com o Rio Ave e em casa diante da U. Leiria. A continuidade de José Peseiro foi posta em causa – tal como a de Sá Pinto começa a sê-lo agora – e os adeptos mostravam-se conformados com a iminência de mais uma campanha triste, sem motivos para sorrirem.

Puro engano. A 16 de outubro de 2004 os leões visitam a Amoreira e, contra as previsões mais pessimistas, arrancam uma boa exibição e um triunfo que não deixava margem para equívocos (4-1).

Fonte: www.record.pt

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Jovem promessa do Campomaiorense assina pelo Sporting


Fonte: www.alentejoedesporto.blogspot.com

Leonardo Azinhais Serrano jogador que até agora representava os “traquina” do Campomaiorense transferiu-se para o Sporting.

Leonardo Serrano, de 8 anos e natural de Campo Maior, assina pelos leões após dar nega ao Benfica: “Quero o Sporting porque sou do Sporting”.

As exibições do pequeno“galgo” no distrital de Portalegre não passaram despercebidas aos olheiros dos leões. O jovem jogador rubricou recentemente o seu contrato de cinco anos, onde desde já poderá dar o seu contributo ao seu novo clube.

Começará por treinar uma vez por semana e joga aos fins de semana de leão ao peito, o resto da semana vai para casa (Campo Maior).

Seis 'leões' nos sub-17

Bernardo, Hugo Meira, Lisandro Semedo, Postiga, Rafael Barbosa e Serrano, sãos os seis futebolistas do Sporting convocados pelo selecionador Filipe Ramos, para a primeira fase de qualificação para o Campeonato da Europa, a realizar-se na Eslováquia, em 2013.
De 29 de Setembro a 4 de Outubro, Portugal vai defrontar a selecção de Malta, no reduto do adversário, e ainda as congéneres da Noruega e da Islândia. A comitiva portuguesa concentra-se na próxima quinta-feira, dia 20 de Setembro, na Marinha Grande, e parte para Malta, no dia 26 do presente mês.

Sporting reage em comunicado à polémica de Arouca

O Sporting respondeu esta terça-feira, através de um comunicado oficial publicado na sua página oficial, à polémica levantada depois dos incidentes registados no encontro do passado domingo entre o Arouca e a equipa B dos leões.

A equipa leonina diz não aceitar que «certos indivíduos, cujo contributo mais assinalável para o futebol português são agora as tristes imagens proporcionadas no domingo, possam sequer pôr em causa a figura» de Manuel Fernandes, dirigente do Sporting na base da ira dos dirigentes arouquenses.

Os lisboetas relembram a «carreira e trajetória» do antigo jogador e asseguram que estas são «motivo de orgulho» para os adeptos do clube.

A equipa de Alvalade assegurou ainda estar a aguardar «serenamente» as conclusões dos inquéritos levantados pela LPFP e pela FPF. 

Consulte a reprodução integral do comunicado do Sporting:

«Na sequência do jogo Arouca-Sporting B, da II Liga, realizado no dia 16 de Setembro, cujos incidentes finais falam por si, foram proferidas algumas declarações que procuraram colocar em causa o carácter e bom nome, do agora dirigente, Manuel Fernandes. Isso sucedeu, designadamente, da parte de alguns dirigentes (a palavra «responsáveis» seria manifestamente desadequada…) do clube da casa.

Na qualidade de delegado ao jogo, o dirigente Manuel Fernandes defendeu correcta e adequadamente, mas de forma intransigente, como sempre o fez, a instituição Sporting Clube de Portugal. Fê-lo no desempenho cabal das suas funções de delegado da equipa do Sporting B.

A carreira e trajetória de Manuel Fernandes falam por si, são motivo de orgulho de todos os sportinguistas, e não permitem que certos indivíduos, cujo contributo mais assinalável para o futebol português são agora as tristes imagens proporcionadas no domingo, possam sequer pôr em causa a sua figura humana e desportiva.

O Sporting Clube de Portugal aguarda serenamente a avaliação que a Liga Portuguesa de Futebol Profissional e a Federação Portuguesa de Futebol irão fazer aos graves acontecimentos que tiveram lugar em Arouca no passado domingo, que em nada prestigiam o futebol e o desporto português, na certeza que não passarão sem as devidas sanções.»

Luís Duque: «O livre é um erro do árbitro que influencia o resultado»

Dirigente leonino não iliba jogadores.

O golo de João Guilherme, crê o dirigente, nasceu de um mau juízo de Carlos Xistra.

“O livre é um erro que influencia o resultado, mas não penso que seja mais do que isso. Porém, a culpa não pode morrer solteira. Os erros são comuns às três equipas. O árbitro errou – isso foi evidente – e é pena que tenha acontecido, uma vez mais, em prejuízo do Sporting”, lamenta.

Fonte: www.record.pt

Marcar tão pouco só em ano de... glória

Campeão na última vez em que marcou 1 golo nas primeiras 3 rondas.

Marcar um único golo nas três primeiras jornadas é o mais fraco pecúlio do Sporting nos últimos onze anos. A seca é desoladora mas o paralelo pode não ser assim tão assustador... É que a última vez em que os leões apresentaram tão pouca eficácia foi no raiar de 2001/02, a última em que os leões conseguiram sagrar-se campeões nacionais.

Tal como agora acontece com Ricardo Sá Pinto, que até fazia parte desse plantel, também nesse ano Lazlo Bölöni sentiu tremendas dificuldades para que a sua equipa conseguisse encontrar o caminho da baliza. A favor do treinador romeno, está, ainda assim, um facto: o golo de Marius Niculae serviu para derrotar o... FC Porto, em Alvalade, e somar os primeiros 3 pontos da época, algo que o atual plantel ainda não conseguiu.

Fonte: www.record.pt

O mistério Labyad

Marroquino continua sem se mostrar.

Ao terceiro jogo da liga sem ganhar, o Sporting começa a dar sinais de alguma inconstância na produção do seu futebol de ataque. Ricardo Sá Pinto tem sido fiel ao figurino tático desenhado desde o início da época mas a verdade é que a equipa revela dificuldades na afirmação do seu futebol e algumas questões começam a ser colocadas. E uma delas passa por tentar perceber a ausência do jovem marroquino Zakaria Labyad.

Contratado ao PSV Eindhoven como uma clara aposta nas suas qualidades ofensivas, Labyad tem sido muito pouco utilizado pelo técnico, não chegando sequer aos 100 minutos em campo após 5 jogos oficiais (3 na liga portuguesa e 2 no playoff de acesso à Liga Europa). Para observadores como Augusto Inácio, a pouca utilização de Labyad é uma dúvida que só poderá explicar-se pelas opções técnicas de Sá Pinto.

Fonte: www.record.pt

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

«Sentimento de derrota» - Elias

O médio brasileiro do Sporting diz que não houve falta no lance que acabou por dar origem ao golo do empate (1-1) do Marítimo.

«É um sentimento de derrota porque dominámos o jogo. Na segunda parte, fizemos um golo e tivemos ocasiões para matar o jogo. Mas, infelizmente, num lance em que não houve falta, eles conseguiram marcar de livre», disse Elias à Sport TV, assegurando que a equipa «não está afetada» por ainda não ter vencido esta época e ocupar os últimos lugares da classificação:

«Começámos agora o campeonato, estamos a trabalhar bem e temos a consciência tranquila porque estamos a dar tudo dentro de campo. Só não estamos a conseguir a vitória. Pressão? Existe sempre Vamos trabalhar e lutar pelo título, independentemente da classificação. Somos um grande clube e a pressão vai existir sempre.»


Fonte: www.abola.pt

Leões efetuam pior arranque no século 21

Em 9 pontos possíveis somaram apenas 2.

Se dúvidas houvesse, o arranque de época do Sporting não está, definitivamente, a correr bem. Com o empate frente ao Marítimo (1-1), os leões igualaram o registo da temporada transata mas, desta feita, marcaram menos golos (apenas um) e o lugar ocupado na tabela consegue ser ainda pior (13.º). Nesse sentido, e apesar dos resultados serem coincidentes – dois empates e uma derrota –, 2012/13 poderá ser considerado o pior arranque verde e branco no século 21.

Recorde-se que, neste momento, a equipa de Sá Pinto já leva uma desvantagem de 5 pontos em relação à liderança (Benfica e FC Porto). Na época transata, à passagem da 3.ª jornada, oSporting ficou a 6 pontos dos dragões e terminou a Liga no 4.º lugar. Curiosamente, foi novamente o Marítimo a assumir o papel de “carrasco” mas com uma diferença: em 2011/12, a equipa madeirense bateu os leões em Alvalade, por 3-2.

Fonte: www.record.pt

domingo, 16 de setembro de 2012

Análises a Jogos | Sporting 1-1 Marítimo

No regresso aos jogos do campeonato, depois dos jogos da selecção, o Sporting escorregou na Madeira contra o Marítimo, após várias escorregadelas de jogadores durante o jogo.


Sá Pinto fez algumas alterações no onze que vem sendo habitual nesta época. Boulahrouz saiu por lesão, sendo substituído por Xandão, e Capel deu o seu lugar a Izmailov, após longa paragem. A aposta no croata Pranjic parece manter-se, em deterimento de Insua.

Durante a primeira parte o Sporting apresentou-se a jogar de uma forma lenta a atacar, e sobretudo a recuperar após a perda de bola, o que fez com que o Marítimo podesse criar várias oportunidades de golo através de contra-ataques rápidos, aproveitando a velocidade dos seus jogadores. Xandão pareceu-me um pouco precipitado na saída de bola, talvez pouco rotinado com os seus colegas. Na positiva, Carrillo teve boas iniciativas individuas, e Izmailov trocou a bola com qualidade, e um toque de bola de que os Sportinguistas certamente já tinham saudades.

Depois do intervalo houve algumas alterações no Sporting, a nível táctico, com Elias a aparecer mais junto a Wolfswinkel, e com Carrillo e Izmailov a aparecer várias vezes em zonas interiores. Dessa forma, com uma grande assistência de Izmailov, Wolfswinkel inaugurou o marcador com um remate colocado.
Após o golo, o Marítimo procurou o empate, o que abriu muito espaço para o Sporting atacar. Houve várias oportunidades de golo para o Sporting, após intervenções sobretudo pela direita, com Cédric e Carrillo. Capel e André Martins substituíram Izmailov e Adrien, e ainda agitaram o jogo, perto da área madeirense. Elias, mais perto do fim do jogo, foi substituido por Daniel Carriço.

O Marítimo acabou por chegar ao golo, aos 87 minutos, através de uma bola parada, depois de várias tentativas. Rui Patrício podia ter chegado a essa bola, não tivesse escorregado no momento de saltar para a bola.

Penso que foi um resultado injusto para o Sporting, que podia ter marcado mais um ou dois golos, com uma grande oportunidade de Capel, ou com uma iniciativa de Pranjic, cujo cruzamento não foi ao encontro de ninguém para finalizar. Nos próximos jogos, não se pode desperdiçar tantas oportunidades

Houve, no entanto, alguns erros defensivos, especialmente após perdas de bola, e nas bolas paradas, onde a defesa me pareceu um pouco estática.


Avaliação dos Jogadores:

A "Avaliação dos Jogadores" tem como base dar uma "nota" de 0 a 20 a cada jogador, para vermos o melhor e o pior. SL

Rui Patrício -  15
Cédric Soares - 13
Xandão - 10
Marcos Rojo - 12
Pranjic - 12
Gelson Fernandes - 11
Elias - 14
Adrien - 11
Carrillo - 14
Izmailov - 14
Ricky Van Wolfswinkel - 12
Capel - 11
André Martins - 10
Daniel Carriço - 9





 Rui Patrício foi o homem do jogo. Falhou no lance do golo do Marítimo, mas não por culpa própria, visto que escorregou. Fez três ou quatro defesas de qualidade que impediram o Marítimo de marcar mais cedo, uma delas quase impossível. Destaque também para a exibição de Izmailov que regressa aos relvados mostrando que quem sabe nunca esquece.



Lê a minha análise ao jogo, e comenta com a tua opinião, obrigado e Saudações Leoninas. 

Por: Miguel Bento

Mendes e Fraga conquistam prata

Os remadores do Sporting, Nuno Mendes e Pedro Fraga conquistaram a medalha de prata, na prova de «double scull ligeiros», no Campeonato da Europa de Remo.
A dupla «leonina», ao serviço da selecção nacional, terminou com a marca de 6.22,27, imediatamente atrás da dupla grega.
Esta é a terceira vez consecutiva que Mendes e Fraga sobem ao pódio nos Europeus de remo, depois de terem amealhado o bronze, em 2011, e a prata, em 2010.

Fonte: www.sporting.pt

Irmão de Hélder Postiga marca 4 golos contra o Pontinha




Na visita ao campo do CAC da Pontinha, o Sporting venceu a equipa da casa por 7-1.
Tal como o resultado espelha, os «leões» foram superiores, dominaram a partida e traduziram a supremacia em golos.
José Postiga (4), José Lúcio, Lisandro Semedo e Rafael Barbosa foram os autores dos golos do Sporting.
Esta foi a quarta jornada do Nacional de juvenis. O campeonato vai parar durante quase um mês, devido a compromissos da selecção nacional, que vai disputar a fase de apuramento para o campeonato da Europa.

Fonte: www.sporting.pt

Carriço e Xandão disputam vaga de Boulahrouz



HOLANDÊS FALHA EMBATE COM MARÍTIMO

Sá Pinto só irá divulgar o nome do substituto de Boulahrouz muito próximo da hora do início do encontro com o Marítimo.

O internacional holandês está impedido de dar o contributo à equipa, devido a uma mialgia de esforço na coxa direita, e, neste cenário, o técnico leonino terá de escolher entre os outros dois defesas-centrais do plantel leonino: Xandão e Daniel Carriço.

Qualquer aposta, neste momento, será meramente especulativa, pois nem os elementos mais próximos do treinador, de 39 anos, avançam qualquer pista sobre o favorito para defrontar, a partir das 20.15, a equipa treinada por Pedro Martins.

A decisão pertence em exclusivo ao treinador da equipa de Alvalade e este optou por não divulgá-la antes do momento certo.

IN Record

sábado, 15 de setembro de 2012

Futsal: Sporting, 5-Académica, 0



O Sporting venceu a Académica, por 5-0, na 2.ª jornada do campeonato nacional de futsal, da época 2012/13.

Os «leões» entraram bem na partida e, logo aos 3 minutos, Pedro Cary, respondeu a um passe de Leitão e apontou o primeiro golo, em «casa». Pouco depois, e fruto da grande pressão ofensiva apresentada pela equipa «leonina», Dinavei, aos 6 minutos, fez o 2-0, com uma bola picada por cima do guarda-redes da briosa.
Com uma Académica muito recolhida à zona defensiva, os «leões» iam pressionando num estilo de jogo muito fluido, com grande sentido de posicionamento táctico (mesmo sem bola) e com bonitas combinações, ao primeiro toque.
O Sporting foi sempre superior, durante a primeira parte do jogo, saindo para o intervalo com algumas oportunidades desperdiçadas. Estava prometido um bom segundo tempo.
No início da segunda parte, os comandados de Nuno Dias voltaram a ser felizes e Deo, a passe de Leitão, carimbou o 3-0, aos 22 minutos, para o Sporting. O 4-0 acabou por surgir, naturalmente, numa jogada iniciada por Divanei e finalizada por Djô.
A 50 segundos do final do encontro, um livre de 7 metros levou o público presente nas bancadas ao rubro. Ao ritmo das palmas dos sportinguistas, Divanei facturou o segundo golo da conta pessoal e instaurou um ponto final na partida. Estava feito o 5-0.
Na primeira jornada disputada em Odivelas – a nova casa das modalidades «leoninas» – ficou a promessa de uma grande época para o futsal «verde e branco».

Fonte: 'www.sporting.pt'

‘Lutar sempre pela vitória’

Na deslocação à Madeira, Ricardo Sá Pinto não vai poder contar com o contributo de Boulahrouz. O técnico admitiu que preferia contar com a totalidade do plantel, mas que mesmo sem quatro jogadores a equipa está preparada para a deslocação ao Estádio dos Barreiros. “Gosto de ter todos disponíveis, até porque quando isso acontece o Sporting fica mais forte. Tenho um plantel em que confio plenamente,” disse.
Sobre Rinaudo, que também não está apto para o jogo com o Marítimo, Ricardo Sá Pinto admitiu: “O Fito não está disponível para amanhã (domingo). Está muito próximo de regressar, tem evoluído de forma muito positiva, tem uma alma tremenda e uma grande vontade de jogar.”

Ao abordar o encontro da 3.ª jornada da Liga, Sá Pinto garantiu que o único pensamento é a vitória. “O nosso pensamento está sempre no adversário que vamos defrontar no jogo seguinte e a nossa vontade é conseguir a primeira vitória na Liga. É importante ganhar. É a mentalidade que existe sempre na nossa equipa e não abdicamos dela. É um prazer poder lutar sempre pela vitória, em qualquer jogo. As exibições não têm sido condizentes com os resultados, fomos superiores aos adversários, a equipa merecia ter duas vitórias na Liga. Mas, não adianta olhar para trás, o que importa é olhar para o próximo adversário. Queremos ganhar no presente e no futuro. A equipa está motivada, unida e preparada para defrontar qualquer adversário,” realçou.

Sobre o adversário, o técnico «leonino» disse: “Vejo um Marítimo igual ao da época passada, um Marítimo forte, equilibrado em todos os sectores e é uma equipa que funciona como colectivo. Gosta de jogar em ataque posicional, de ter iniciativa e também se adapta a um estilo de jogo mais directo. Prevejo um bom jogo de futebol, algo que é importante para a Liga e para os adeptos. Espero que contribuamos para um futebol positivo e de qualidade, porque é isso que traz adeptos para o futebol.”

Na passada quinta-feira foram apresentados os cinco capitães do Sporting. A nomeação dos mesmos surgiu de “uma decisão consensual entre Administração, equipa técnica e jogadores.”
Sem comentar as saídas de jogadores dos rivais «leoninos», Sá Pinto enalteceu o trabalho efectuado por Luiz Godinho Lopes, Luís Duque e Carlos Freitas na construção do plantel do Sporting. “Trabalhamos em equipa, contribuímos para uma só causa que o Sporting. Foi feito um trabalho excelente e foram inexcedíveis para dar aquilo que a equipa precisa. Sou um treinador satisfeito e tenho um plantel competitivo e de qualidade.”

Fonte: 'www.sporting.pt'

Izmailov nas mãos de Sá Pinto


Dezassete dias após o último compromisso oficial – vitória, por 5-0, sobre o Horsens –, Sá Pinto tem à sua disposição uma arma que ainda não teve oportunidade de utilizar na presente temporada. Marat Izmailov está em perfeitas condições, como fez questão de dizer na semana passada ao diário russo “Sport Express”, e à espreita de uma chance para regressar ao onze.

Cabe ao treinador decidir se é este o momento certo para mexer numa equipa que, apesar da qualidade demonstrada em alguns momentos das partidas já disputadas, não teve um arranque à altura das expectativas dos adeptos. Resultado: o Sporting está obrigado a vencer na Madeira, sob pena de ver o topo da tabela cada vez mais distante.

Fonte: www.record.pt

Duas setas apontadas ao Caldeirão dos Barreiros


O Sporting desloca-se à Madeira com um único pensamento: conquistar o primeiro triunfo na Liga e tentar, desta forma, dar um pontapé na crise que ameaça instalar-se em Alvalade, caso os resultados continuem sem aparecer. Nesse sentido, há dois elementos nos quais Ricardo Sá Pinto deposita muitas esperanças para o jogo frente ao Marítimo: Capel e Carrillo serão duas setas apontadas à baliza insular e, para lá do apoio a Van Wolfswinkel, o técnico quer ver uma maior dinâmica entre os jogadores mais avançados.

A troca constante de corredores é já habitual entre o espanhol e o peruano mas, diante da equipa orientada por Pedro Martins, o Sporting terá de adotar uma atitude controladora. Frente a um adversário que tentará esconder a bola, a velocidade nas transições assume importância capital para que a formação de Alvalade consiga chegar mais vezes a zonas avançadas do terreno.

Fonte: www.record.pt

Marcos Rojo volta à zona de conforto


Chegou ao Sporting para se fixar no centro da defesa e resolver um dos problemas mais prementes da equipa, mas cada vez que regressa à Argentina é obrigado a deslocar-se para a esquerda e a alterar as rotinas para servir a sua equipa nacional.

Marcos Rojo é defesa-central de formação, mas já garantiu não ter qualquer problema em jogar como lateral-esquerdo. Os argentinos, porém, não partilham do pensamento do camisola 15, porventura mal impressionados com as recentes exibições contra Paraguai e Peru. A Argentina ganhou o primeiro jogo (3-1) e empatou o segundo (1-1), mas Rojo não teve vida fácil e chegou mesmo a ser considerado como o “elo mais fraco e vulnerável” da equipa. O próprio jogador não ficou indiferente à onda de contestação e reagiu através do Twitter. “Obrigado aos que me apoiam. Aos outros, fiquem tranquilos e digam o que quiserem porque só estão a perder tempo. Não me incomodam nem um pouco”, twittou (RT @marquitosrojo).

Fonte: www.record.pt

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Bilhetes para o Basileia 2.ª Feira


Fonte: www.sporting.pt

Os bilhetes para o Sporting-Basileia, jogo da Liga Europa marcado para a próxima quinta-feira, às 20h05, estarão à venda a partir de segunda-feira, no horário habitual (12h30 às 19h30).

Na quarta-feira os ingressos estarão disponíveis das 09h00 até às 19h30 e no dia de jogo, a venda será das 09h00 até ao intervalo.

É proibida a entrada a menores de 3 anos, enquanto dos 3 aos 7 a entrada é gratuita.

O bilhete jovem é válido dos 7 anos até completar 18 anos e o bilhete sénior a partir dos 65 anos (inclusive).

Recorde-se que este jogo está incluido na Gamebox Sócio (com excepção da ‘Low-Cost’ e ‘Top4’).

Os Lugares Especiais não renovados têm direito de preferência até 72 horas antes do jogo

A quota mínima é a de Agosto 2012 e no dia de jogo, o preço do bilhete de adepto é acrescido de €3.

Wolfswinkel: «Nunca pensei em sair»

Diz que está no clube certo para crescer.

Sondado por clubes ingleses ou italianos, desde há vários meses, e tentado pelos milhões do CSKA Moscovo, no fecho do mercado, Ricky van Wolfswinkel preferiu ficar no Sporting, em sintonia com a vontade do clube em segurá-lo. Numa altura em que o empresário está prestes a deslocar-se a Lisboa para negociar a revisão em alta do seu contrato (nomeadamente o salário), o avançado holandês, de 23 anos, garante que nem lhe passou pela cabeça abandonar a equipa, após uma primeira temporada em que fez 25 golos e alcançou um estatuto incomparável ao que trazia do modesto Utrecht.

“Nunca pensei em sair”, diz o camisola 9, em entrevista ao jornal “Sporting”, desde ontem nas bancas. “Represento o Sporting há apenas uma época. Vou entrar na segunda e sei que estou no clube certo para crescer como jogador. Ainda tenho muito que aprender e provar. O Sporting é o clube certo para evoluir e para desenvolver ainda mais as minhas capacidades como futebolista. Estou muito feliz no Sporting e é aqui que quero estar”, sublinha Van Wolfswinkel, que tem contrato com os verde e brancos até 2016 e cláusula de rescisão de 22 milhões de euros. As conversas agendadas para a segunda metade deste mês devem prolongar o vínculo do ponta-de-lança por mais uma ou duas épocas, situar a cláusula nos 30 milhões de euros e aumentar para o nível dos mais altos o seu vencimento anual (que ronda agora os 650 mil euros).

Fonte: www.record.pt

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Elias é a novidade nos capitães leoninos



O Sporting anunciou esta quinta-feira, numa sessão de autógrafos realizada na Loja Verde, os cinco jogadores com estatuto de capitão de equipa na temporada 2012/13.

O guarda-redes Rui Patrício, que esta temporada assumiu a posição de capitão principal, tem a companhia de Daniel Carriço, André Martins, Rinaudo e Elias.

De referir que esta é uma estreia para o médio brasileiro na hierarquia de capitães da turma leonina.

Capitães:

Rui Patrício
Daniel Carriço
André Martins
Rinaudo
Elias

Empresário de jogador do Sporting revela conversas com o Inter


Marcelo Ferreyra, empresário do lateral Santiago Arias, confirmou esta quinta-feira à Rádio Renascença que mantém conversações com o Inter Milão, embora garanta que ainda não existe proposta oficial.

“Estou em contacto direto com o Inter e sei que continuam a observar o Santiago Arias, o que não quer dizer que vão avançar pelo jogador ou fazer uma proposta. Daí a dizer-se que o querem comprar é falso. Este não é o momento de falar de possibilidades”, afirmou Ferreyra à Rádio Renascença.

O empresário do defesa colombiano, que tem alinhado pela equipa B, frisa que a prioridade do jogador é chegar à equipa principal dos leões: “Planificámos objetivos e o primeiro é regressar à equipa principal do Sporting. Como se consegue isso? Jogando e que Sá Pinto o tenha em conta. No futebol pode acontecer tudo e o Inter continua a ter o Santiago referenciado”.

Fonte: www.record.pt

Insúa espreita regresso ao onze verde e branco

Lateral prepara-se para recuperar o lugar.

Relegado para o banco de suplentes na goleada imposta ao Horsens (5-0), Emiliano Insúa deverá regressar ao onze do Sporting já na partida de domingo, frente ao Marítimo.

O internacional argentino, de 23 anos, é uma das peças-chave no esquema delineado por Sá Pinto e, nesse sentido, Pranjic deverá voltar a sentar-se no banco.

Fonte: www.record.pt

Lote de capitães conhecido hoje

Na loja verde de alvalade.

Ricardo Sá Pinto tinha prometido revelar a partir de 31 de agosto os elementos que vão compor o grupo de capitães para esta temporada.

E o clube vai fazê-lo hoje, através de uma sessão de autógrafos na Loja Verde de Alvalade, agendada para as 18.15.

Fonte: www.record.pt