quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Viola poderá regressar ao Racing



Pouco feliz nestes primeiros meses em Portugal, o argentino Valentín Viola poderá regressar à casa de partida: o Racing.
O empresário do avançado, Miguel Pires, afirma que está tudo nas mãos do Sporting. 

«Não depende do Valentín nem de mim, mas sim do Sporting. Vou falar com o presidente do Racing para ver o que podemos fazer», disse o empresário aos microfones da rádio Rock and Pop.

Parco em palavras, o pai de Viola, Norberto, lançou um aviso ao filho:

«Se for para uma outra equipa que não seja o Racing, fecho-lhe as portas de casa», gracejou, citado pelo site Tyc sports.

Viola, 21 anos, vinculou –se no verão aos leões por cinco temporadas. 

De saída do Racing estará, ao que tudo indica, Gabriel Hauche, que deverá transferir-se para os italianos do Chievo.

Fonte: A BOLA

Bruma vai renovar até 2018



Sempre ciente do assédio em torno do jogador, o Sporting acautelou desde logo a sua posição e fez saber a Bruma que pretendia renovar o seu contrato de trabalho. 

Nesse sentido, os leões resistiram a uma proposta de quatro milhões de euros do Liverpool - já também o haviam feito, no início da temporada, ao Manchester City... - e avançaram das palavras aos atos, a ponto de, nesta altura, ser um dado praticamente garantido que o jovem extremo da equipa B vai prolongar a sua ligação ao clube até 2018. 

Essa situação implicará, naturalmente, melhores condições salariais, ainda que a cláusula de rescisão vá manter-se nos atuais 30 milhões de euros. Esta situação vai também ao encontro dos anseios do próprio jogador, internacional português, ele que sempre disse que, neste momento, a sua grande prioridade seria ganhar espaço no plantel principal do Sporting. Isso ainda não aconteceu, mas pode acontecer em breve, pois o seu trabalho é muito apreciado.

Fonte: A BOLA

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

«Não estou arrependido por ter escolhido o Sporting» - Rojo



No verão, Marcos Rojo foi alvo de cobiça de Benfica e Sporting. Depois de vários capítulos, o internacional argentino escolheu o Sporting. Cinco meses depois, o defesa não se arrepende da escolha que fez. 

«Estou muito cómodo no Sporting e não me arrependo de nada, encontrei um bom grupo e estou contente com a minha opção», começou por dizer o jogador, que teve a companhia de Joãozinho, durante uma visita a uma escola básica localizada no Parque das Nações, nos arredores de Lisboa. 

No final do convívio com os mais pequenos, que fez a alegria dos petizes, o argentino (Joãozinho não falou) abordou a atualidade do leão. 

«É bom estar com os miúdos, estou muito contente com esta experiência nova. Estas iniciativas são boas e servem para relaxarmos um pouco. A equipa está bastante melhor, conseguiu três vitórias consecutivas, infelizmente este fim de semana não ganhámos, mas também não perdemos. Há que continuar assim», sinalizou, afirmando, de seguida, que a troca na liderança técnica da equipa foi um bálsamo para os jogadores. 

«Todos estamos um pouco mais motivados, os resultados começaram a aparecer e tudo junto contribuiu para que as vitórias aparecessem», contou. 

A finalizar, o Rojo afirmou que está prestes a debelar uma lesão muscular no adutor da coxa direita.

«Fisicamente estou bastante melhor, continuo a trabalhar e dentro de duas semanas já poderei estar em condições de voltar a jogar», revelou.

Fonte: A BOLA

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Empresário de Ricky van Wolfswinkel em Lisboa



O empresário de Ricky van Wolfswinkel, Louis Laros, está em Lisboa e assistiu ao encontro deste domingo entre Sporting e V. Guimarães.

Numa altura em que se fala com insistência na possibilidade do holandês abandonar o clube até ao fecho do mercado, não deixa de ser significativa a presença de Laros em Lisboa, certamente para discutir o futuro do jogador com os dirigentes do Sporting.

O manager do Norwich, Chris Houghton, continua a ter o jogador no topo das suas preferências para o ataque, mas os números pedidos pelo passe do jogador - entre 13 a 14 milhões de euros - parecem estar um pouco acima das possibilidades do clube do leste de Inglaterra.

Fonte: A BOLA

domingo, 27 de janeiro de 2013

«Não quebrámos o ritmo de evolução» - Jesualdo Ferreira



Depois de três vitórias consecutivas, o Sporting voltou a ceder pontos, com empate a uma bola na receção ao V. Guimarães. Jesualdo Ferreira reconhece que não é bom quebrar a série vitoriosa, mas garante que a equipa voltou a demonstrar que está a crescer de forma positiva.

«Nunca é bom quebrar uma série vitoriosa. Assistimos a um bom jogo, mas foi um mau resultado para nós, pela forma como a equipa se entregou, a forma organizada como sempre controlou o adversário, criando ao mesmo tempo inúmeras situações de perigo. É verdade que na parte final houve alguma ansiedade, perdemos um pouco a organização, mas ficou a ideia clara que a equipa evoluiu muito, está mais unida, mais forte», afirmou o treinador da formação leonina, que falava na habitual flash interview no final da partida.

«Empatar é mau, mas não quebrámos o ritmo de evolução da equipa. Outros resultados como este voltarão a acontecer, mas vamos tentar aproveitar o que houve de bom para motivar ainda mais o trabalho diário e fazer crescer a equipa», prosseguiu o treinador, reiterando aquele que é o objetivo do Sporting:

«Queremos chegar o mais rápido possível aos lugares que dão acesso às competições europeias. Não dependemos de nós, por isso cabe-nos fazer o nosso trabalho e ganhar os nossos jogos, sem pensar no que está para cima ou no que está para baixo.»

Fonte: A BOLA

«Acreditamos que é possível chegar ao terceiro lugar» - Rui Patrício



O empate cedido em Alvalade diante do V. Guimarães não vai desanimar a ascensão do Sporting, segundo a opinião do guarda-redes Rui Patrício.

«Apesar de o resultado não ser o melhor, pois queríamos a vitória, fizemos uma boa exibição. Melhorámos o nosso jogo, por isso é continuar desta forma. Fizemos muitas coisas boas», afirmou Rui Patrício na habitual flash interview no final da partida.

Os leões desperdiçaram a oportunidade de se colocarem a oito pontos do SC Braga, atualmente na terceira posição da tabela. Mas o guarda-redes acredita que ainda é possível lá chegar: Claro que sim. Ainda há muitos pontos em disputa e queremos continuar a subir, pois acreditamos que é possível chegar ao terceiro lugar.»

Fonte: A BOLA

«Estou apenas focado em ajudar o Sporting» - Rui Patrício



Apesar de não esconder o agrado por o seu nome ter sido associado ao longo da última semana a clubes como Barcelona e Real Madrid, o guarda-redes do Sporting garantiu que apenas está concentrado em ajudar a equipa a alcançar os seus objetivos.

«Só penso em continuar a jogar e a dar o melhor em prol do Sporting. Estou apenas focado em ajudar o Sporting a alcançar os seus objetivos», respondeu Rui Patrício, não deixando escapar sorrisos quando foi questionado na habitual flash interview sobre o alegado interesse dos gigantes espanhóis.

Fonte: A BOLA

Norwich insiste em Ricky



manager do Norwich, Chris Houghton, continua a pretender reforçar o ataque com Ricky van Wolfswinkel e, segundo a imprensa inglesa, vai oferecer quase doze milhões de euros pelo passe do jogador (dez milhões de libras).

A primeira abordagem não passou a proposta formal porque foi considerada baixa pelos responsáveis leoninos - 7,5 milhões mais três por objetivos. Agora, caso se concretize a nova oferta, resta saber qual a resposta dos dirigentes leoninos, partindo do pressuposto que está nos 13/14 milhões de euros a fasquia para a venda dos direitos económicos do jogador e esta eventual proposta do Norwich fica muito perto desses valores.

Godinho Lopes pretendia encaixar 20 milhões de euros nesta janela de mercado e o holandês pode ser crucial para a obtenção deste objetivo.

Caso Ricky van Wolfswinkel seja vendido, o Sporting avançará para a contratação de dois pontas de lança, mas a baixo custo. 

Fonte: A BOLA

sábado, 26 de janeiro de 2013

Jesualdo devolve recado de Bruno de Carvalho ao remetente



«Sei o meu papel, mas não me digam que tenho de deixar de pensar», foi a resposta ao reparo do candidato vencido nas últimas eleições

O treinador do Sporting disse hoje, em Alcochete, durante a conferência de imprensa de antevisão do jogo com o V. Guimarães, estar bem ciente das suas atribuições e competências mas continuar a defender as posições que entende a bem do grupo e dos ideais, princípios e valores que o norteiam.

Confrontado pelos jornalistas com o recado que Bruno de Carvalho, um dos candidatos derrotados, por Godinho Lopes nas eleições de 2011 para a presidência do clube – 
que afirmou serem as funções de Jesualdo treinar, e não falar -, o experiente treinador português negou que as declarações o fragilizou na sua condição profissional.

«Nesta altura da minha vida e da minha carreira, não preciso que nenhum associado me diga o que tenho de fazer, que é treinar. Mas não há alguém que me diga a mim que tenho de deixar de pensar. Tenho de falar verdade, na defesa do que é o meu trabalho de treinador», foi a resposta, de luva branca, deixada pelo treinador.

E não calou o direito à indignação e à liberdade de expressão. «São recados que ouço, com todo o respeito, mas, para mim, não era preciso. Se qualquer associado pode vir a ser presidente do Sporting, a partir de agora, não vou falar nada. Sei muito bem qual é o meu papel e a minha função, não preciso que me digam qual o caminho a seguir», concluiu a propósito.

Outra questão que ‘despachou’ de forma sintética e profilática foi quando confrontado sobre se, no final da 
época, regressaria às funções de ‘manager’, para as quais inicialmente foi contratado pelo Sporting, ou voltaria a ser treinador. 

«Espero é estar vivo. E bem vivo. Nem sequer penso nessa situação agora. A questão não se põe neste momento, sendo que o meu contrato com o Sporting tem várias condicionantes, de parte a parte», rematou Jesualdo.

Fonte: A BOLA

«Reduzir custos, não resultados», diz Jesualdo



Por Redação

O treinador leonino, Jesualdo Ferreira abordou, em Alcochete, a transferência de Insúa («não ficamos coxos sem ele», disse) e afirmou que a marca Sporting tem de se valorizar, mesmo nos que saem; 

As entradas e saídas do plantel dominaram grande parte da conferência de imprensa de Jesualdo Ferreira, este sábado, em Alcochete, que até tinha como lema o jogo dos leões com o V. Guimarães, no domingo, em Alvalade (18 horas), mas em que o treinador foi confrontado sobre a anormal agitação no plantel, em mês de mercado.

«Insúa saiu, sim. E porque é que os jogadores do Sporting têm tanto mercado? Ficam com esta pergunta, não vou responder. Entendam porque essas coisas acontecem. Insúa era um jogador com mercado, com uma proposta que o Sporting considerou importante para o que são os objetivos financeiros do clube, como o presidente já disse. Tenho informações do presidente que o Sporting tem de reduzir custos. Mas nunca se disse que tem dereduzir resultados», afirmou Jesualdo.

«Clube vendedor é ‘karma’»

E a receita do treinador passa por, como no ditado, tornar forte a fraca gente. «É tentar juntar as pessoas, todos a correr para os mesmos objetivos, tornar as pessoas fracas mais fortes, e com muito mais trabalho. As saídas de alguns jogadores, de grande qualidade, não foram marcadas pelo rendimento, pois não? Se não foi pelo rendimento do Sporting, que estava mal, foi pela qualidade dos jogadores. O Sporting foi tendo cada vez mais dificuldades financeiras, teve de fazer ajustamentos», recordou o treinador.

«Mas a marca é importante para o Sporting. Insúa vai ter de provar em Espanha que tem qualidade para jogar no Atlético de Madrid, e já tinha sido pretendido pelo Grémio. A marca é extremamente importante para qualquer clube. O Sporting é um clube muito mais vendedor do que comprador. Aliás, os clubes portugueses têm esse ‘karma’, e para alguns tem sido fantástico», disse o técnico.

«Mais importante que a saída do Insúa, que deu um encaixe financeiro importante, o futuro da equipa é o Joãozinho. Insúa já não é jogador mas vai representar a marca do Sporting», recordou o treinador.

«Fala-se do Nani e do Cristiano Ronaldo. A marca do Sporting, ao nível dos jogadores que produz, tem que ser diferente, e isso é uma estratégia do próprio clube! E o clube tem de reforçar a marca que tem. Têm que atestar qualidade, porque no futuro os valores serão mais altos. Aliciar um jogador para vir para o clube é sempre diferente se a marca for forte», disse um treinador convicto que a formação leonina tem de continuar cotada nos píncaros.

«Não ficamos coxos sem Insúa»

«Insúa é uma perda relativa, não se pode entender que a partir do momento que saiu o Sporting vai ficar coxo, já não vai ter corredor esquerdo e já não vai ganhar a mais ninguém! Não! Tem de se encontrar um equilíbrio», concluiu Jesualdo Ferreira a propósito.

Fonte: A BOLA

Jesualdo: «Nada se pode construir quando não se acredita!»



Por Redação


O treinador do Sporting, Jesualdo Ferreira, abordou este sábado sem complexos os métodos utilizados e a perceção que tem da confiança dos jogadores, após ter passado de ‘manager’ para treinador da equipa principal, depois da saída de Franky Vercauteren.

Em Alcochete, na Academia Sporting, Jesualdo não escondeu que o estado anímico das suas ‘tropas’ estava demasiado em baixo, e que tem levado a efeito um profundo trabalho neste capítulo.

«Os jogadores perceberam que, se querem continuar a ganhar, não podem deixar nunca de ter atitude, querer aumentar o resultado se estão a ganhar, e têm de saber ganhar. Mas quando não se pode ganhar por dois golos, não se pode empatar ou perder. Aí houve alguma inexperiência», afirmou o técnico, aludindo a jogos recentes da equipa.

«Entenderam que não podiam descer mais baixo»
«Contra o Beira-Mar, e até já antes, em Olhão, senti a equipa e os jogadores mais disponíveis. Sinto os jogadores a ganharem confiança! Nada se pode construir nada quando não se acredita! Mas também não se pode pedir rendimento à equipa sem que haja uma confiança clara sobre aquilo que há a fazer», afirmou Jesualdo Ferreira este sábado, aos jornalistas, em Alcochete, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o V. Guimarães.

«Não se pode fazer uma mensagem aos jogadores do Sporting com brandura, ‘agora vamos ver se ganhamos o próximo jogo’! Não! Temos que entender que é fundamental ganhar, sempre, o próximo jogo! E os jogadores entenderam, também, que não poderiam descer mais baixo», afirmou o experiente treinador do Sporting, sem rodeios.~

Fonte: A BOLA

«Três vitórias não é caso para bater palmas», diz Jesualdo



Por Redação

O treinador do Sporting, Jesualdo Ferreira, desdramatizou este sábado, durante a conferência de imprensa de antevisão do encontro com o V. Guimarães (domingo, 18 horas, em Alvalade), realizada na Academia Sporting, em Alcochete, as três vitórias consecutivas dos leões, e invocou a grandeza do clube como argumento.

«Não pode ser considerado uma coisa fantástica! Ganhar três jogos seguidos no Sporting, que é um clube grande, deve ser um ato normal, não o devemos valorizar. Eram jogos para o qual a perspetiva e o sentimento eram negativos, esse aspeto agora já nos é favorável, para o embate com o V. Guimarães. Agora três vitórias seguidas no Sporting não deve ser para as pessoas baterem palmas e ficarem felizes! Ganhar tem de ser permanente», disse Jesualdo.

«O Sporting tem de manter a sua fase, é equipa grande que quer ganhar e chegar aos lugares que lhe pertencem. Estamos mais predispostos para um jogo diferente. Esperemos que o Sporting seja suficiente para um V. Guimarães que, aguardamos, não seja tão forte como tem sido até agora», disse o treinador, elogiando a formação orientada por Rui Vitória.

«O V.Guimarães, como clube grande que é vai jogar com argumentos muito simples: está à frente do Sporting, tem objetivos da Europa», recordou Jesualdo, que mininizou a importância do resultado do SC Braga-Benfica desta 16.ª jornada, jogo do qual o Sporting pode sair beneficiado, na ambição de ainda chegar ao terceiro lugar, que confere acesso aos play off da Champions.

«Não dependemos só de nós»
«Mais importante para nós é ganhar o nosso jogo. Só depois poderemos ver o que se passa no confronto direto do primeiro e do terceiro, neste caso. Não dependemos de nós, infelizmente, para chegar aos lugares que queremos. Queremos que os nossos adversários percam pontos. Só após o jogo com o V. Guimarães é que vamos avaliar a importância de um resultado. Mas é evidente que seria bom a perca de pontos da equipa que está mais próxima de nós, que é o SC Braga», concluiu o treinador.

Fonte: A BOLA 

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Beto Acosta «incrédulo» com ida de Liedson para o FC Porto



Por Redação

Beto Acosta, avançado que representou o Sporting entre os anos 1998 e 2001, mostrou-se incrédulo com a ida de Liedson para o FC Porto. O argentino, na sua página ofical do Facebook, questionou a «culpa» desta transferência do levezinho para os dragões.

«Mas o que é isto do Liedson? Não posso crer!!! De quem é a culpa???? Incrível...», escreveu o antigo jogador na rede social.

Fonte: A BOLA 

Norwich dá 7,5 milhões por Van Wolfswinkel



Por Redação


O empresário de Ricky van Wolfswinkel, Louis Laros, disse na terça-feira que não era apenas o Newcastle que estava interessado no avançado e, segundo A BOLA apurou, à administração da Sporting, SAD também chegou uma sondagem proveniente do Norwich para a compra do passe do jogador.

Os números eram claros: 7,5 milhões de euros pelos direitos do jogador, com o negócio a poder atingir os 10,5 milhões caso o holandês, já ao serviço do Norwich, atingisse determinados objetivos.

No entanto, a abordagem efetuada pelos ingleses não avançou para proposta formal porque os responsáveis leoninos consideraram os números apresentados demasiado baixos.


Fonte: A BOLA

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Rui Patrício sugerido ao Barcelona



Por Redação


O jornal “Mundo Deportivo” elaborou uma extensa lista de guarda-redes com qualidade para render Victor Valdés, na qual não podia deixar de faltar o internacional português do Sporting Rui Patrício.

«Rui Patrício. 24 anos, 1,88 metros. Tem grande experiência apesar de ser ainda um jovem. Muito regular, domina na área, é ágil e defende penalties, apesar dos sofridos frente a Espanha no Europeu [n.d.r. Patrício defendeu o primeiro penalty de Xabi Alonso]», descreve o jornal catalão, lembrando ainda a situação contratual do jogador: «Renovou até 2018 e tem uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros.»

Depois de Victor Valdés ter informado que não irá permanecer no clube para além de junho de 2014, data em que termina o contrato, o Barcelona lançou-se no mercado à procura de um substituto e vários têm sido os nomes associados ao interesse do clube.

Na lista de candidatos do Mundo Deportivo aparecem ainda os seguintes jogadores: David de Gea (Man. United), Pepe Reina (Liverpool), Vicente Guaita (Valência), Thibaut Courtois (Chelsea), Petr Cech (Chelsea), Maarten Stekelenburg (Roma), Joe Hart (Man. City), Manuel Neuer (Bayern), Ter Stegen (Monchegladbach), Tim Wiese (Hoffenheim), Hugo Lloris (Tottenham), Júlio César (Queens Park Rangers), Tim Krul (Newcastle), Fraser Forster (Celtic), Steve Mandanda (Marselha), Buffon (Juventus), Sergio Romero (Sampdoria), Fernando Muslera (Galatasaray), Cassio Ramos (Corinthians), Bernd Leno (Leverkusen), Rene Adler (Hamburgo), Igor Akenfeev (CSKA Moscovo) e Willy Caballero (Málaga).

Fonte: A BOLA 

Joãozinho e Ventura apresentados às 15 horas



Por Redação

O Sporting agendou para as 15 horas desta quarta-feira a apresentação dos dois mais recentes reforços do clube que, de resto, já se treinam às ordens de Jesualdo Ferreira.

Ventura, guarda-redes que chega cedido pelo FC Porto, vai envergar a camisola 22 e será o concorrente de Rui Patrício e Marcelo Boeck na luta pela baliza dos leões, podendo igualmente ser opção na equipa B.

Já Joãozinho, que passará a ser apenas João, herda a camisola 5 de Onyewu. Também o lateral esquerdo chega a Alvalade emprestado, neste caso pelo Beira-Mar.

Os dois jogadores serão apresentados a partir das 15 horas, numa cerimónia que engloba uma visita ao museu do clube, no Estádio José Alvalade.

Fonte: A BOLA 

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

«As vitórias trazem sempre mais alegria» - Miguel Lopes



Por Eduardo Marques


Miguel Lopes e Cedric realizaram esta terça-feira uma visita à ala de pediatria do Hospital D. Estefânia, em Lisboa, distribuindo simpatia e autógrafos pela pequenada. No final, o lateral-direito que chegou há pouco do FC Porto, por troca com Izmailov, falou aos jornalistas, antevendo um jogo complicado diante do Vitória de Guimarães.

«Vencer o jogo é sempre importante, o Vitória de Guimarães vai dificultar-nos a vida mas o nosso objetivo é continuar a dar seguimento à onda de vitórias», referiu Miguel Lopes.

Bons resultados que têm ajudado a moralizar o grupo: «As vitórias trazem sempre mais alegria ao balneário. O grupo está unido e vamos continuar a trabalhar para melhorar».

Fonte: A BOLA

Rojo obrigado a parar entre três e quatro semanas



Por Redação


Marcos Rojo lesionou-se no jogo com o Beira-Mar e será baixa para Jesualdo Ferreira nos próximos compromissos do Sporting.

O defesa argentino sofreu uma lesão muscular no adutor da coxa direita, durante o jogo com o Beira-Mar, e, segundo anunciou esta terça-feira a direção clínica do clube leonino, o tempo de paragem estimado é de três a quatro semanas.

Fonte: A BOLA

Grémio desiste de Insúa



Por Redação

Fábio Koff, presidente do Grémio, anunciou esta terça-feira o fim das negociações com o Sporting tendentes à contratação de Emiliano Insúa.

«Já não há negociações, não há hipóteses de que o negócio aconteça. Sporting e jogador têm assuntos por resolver. O Insúa é credor do Sporting», informou o dirigente, em declarações à TSF.

Fonte: A BOLA

Newcastle cobiça Van Wolfswinkel



Por Redação

O nome de Ricky van Wolfswinkel continua em foco nesta reabertura do mercado de transferências e ontem, na Holanda, foi abordado o eventual interesse do Newcastle na contratação do jogador - os magpies, de resto, têm feito deslocar alguns observadores aos jogos do Sporting.

Ao que A BOLA apurou, este alegado interesse ainda não passou disso mesmo, mas a verdade é que o processo pode conhecer desenvolvimentos em breve e em Alvalade sabe-se que o nome do jogador poderá estar numa lista de possíveis reforços do clube inglês.

A confirmar-se, o Newcastle junta-se aos italianos da Fiorentina e do Nápoles, que também podem estar a pensar no avançado, bem como aos russos do CSKA de Moscovo, que, entre todos os eventuais interessados, foram os únicos a apresentar uma proposta concreta para adquirir os direitos desportivos e económicos do internacional holandês - a proposta, de 18 milhões de euros, feita no verão passado, acabou por ser recusada.

Fonte: A BOLA

sábado, 19 de janeiro de 2013

«Acredito que vamos continuar a crescer» - Rui Patrício



Por Redação

O guarda-redes do Sporting, Rui Patrício, foi mais uma vez a grande figura do Sporting, defendendo uma grande penalidade no final da partida e impedindo um cabeceamento que poderia ter mudado o resultado.

«Foi um final de jogo do qual não estávamos à espera. Não queríamos que acontecesse porque estávamos a fazer um bom jogo, mas na segunda parte tivemos de recuar e sentimos mais dificuldades e podíamos ter sofrido um golo», afirmou o guardião.

«O importante passa por trabalháramos todos em conjunto e conseguir bons resultados. Em relação ao anterior, este jogo não foi tão bom em qualidade, mas temos de melhorar. Hoje mesmo em dificuldade segurámos os três pontos e isso é o mais importante», acrescentou.

Jesualdo Ferreira leva já três vitórias no mesmo número de jogos ao serviço dos leões. Patrício acredita que pode ser o momento de mudança. «Jesualdo é diferente em relação ao mister Vercauteren, pois conhece o futebol português. Acredito que com ele as coisas vão continuar a crescer, como nos últimos jogos».

Patrício desmentiu ainda qualquer saída de Alvalade: «Só estou concentrado no Sporting. Trabalho todos os dias para dar o meu melhor, assim como todos os meus colegas. Interessa fazer melhor para ajudar a equipa».


Fonte: A BOLA 

«Podiamos ter empatado ou perdido o jogo» - Jesualdo Ferreira



Por Redação

Jesualdo mostrou-se satisfeito pela vitória frente ao Beira-Mar mas desiludido pelo final complicado da partida, afirmando que é preciso mais trabalho.

«Temos muito trabalho pela frente. Fomos uma equipa que quis jogar de acordo com o que treinamos durante a semana. Enquanto tivemos discernimento estivemos bem, depois tivemos mais dificuldade. Após o golo e do penalty falhado entrámos numa espiral negativa e podíamos ter empatado ou perdido o jogo», assumiu o treinador dos leões

«Temos de ganhar muito mais. O jogo em Olhão terá dado a ideia que estava tudo tratado. Falta muito trabalho e concentração, essa é uma exigência minha. Há limitações táticas. É uma vitória importante para encerrar a primeira volta. Cabe-nos trabalhar para tornar o próximo jogo mais fácil», acrescentou.


Fonte: A BOLA

«Fiz penalty e isso não traz felicidade nem a mim nem à equipa» - Miguel Lopes



Por Redação

O lateral do Sporting, Miguel Lopes, fez mea culpa pelo facto de ter cometido uma grande penalidade, que acabou por ser defendida por Rui Patrício.

«Esta é uma vitória que traz ânimo. Queríamos ter feito muito melhor. Eu inclusive... fiz penalty e isso não traz felicidade a mim nem à equipa», começou por dizer o jogador que se estreou a jogar pelos leões em Alvalade:

«É sempre bom estar neste estádio, cheio de grandes adeptos e com uma grande claque. Quero trabalhar muito em prol da equipa».

Miguel Lopes aponta para a segunda volta o objetivo de alcançar as competições europeias: «Agora é pensar jogo a jogo, pensar sempre na vitória. Queremos ir à UEFA e isso é o mais importante».

Fonte: A BOLA 

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Sporting pode ter preferência por Ghilas



O ponta-de-lança franco-argelino Nabil Ghilas poderá estar na mira do Sporting. Segundo noticia a Antena 1, os leões estarão apostados em garantir o direito de preferência sobre o jogador que se tem notabilizado ao serviço do Moreirense.

Nesse sentido, refere a Antena 1, poderá encaixar o empréstimo de Jorge Chula por parte do Sporting ao clube de Moreira de Cónegos.

Ghilas, 22 anos, tem estado em grande destaque no Moreirense, tendo apontado 11 golos no conjunto das competições na primeira parte da época.

Fonte: A BOLA 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

«A vontade de todos é ganhar o próximo jogo» - Jesualdo Ferreira




Por Pedro Soares

O treinador do Sporting reconhece que as duas vitórias consecutivas, a última das quais a colocar fim a longo jejum em jogos fora de Alvalade, serviram para aumentar os índices de confiança e de estabilidade emocional da equipa. Como tal, Jesualdo Ferreira tem bons indicadores para a receção desta sexta-feira ao Beira-mar, que abre a 15.ª jornada do Campeonato.

«Se não há duas sem três? A nossa vontade é realmente ir atrás desse ditado e ganhar também o próximo jogo. Nesse sentido trabalhámos esta semana com ambiente otimista e com indicadores de que a equipa vai estar melhor do que no último jogo», afirmou Jesualdo Ferreira, que voltou a apelar ao apoio dos adeptos.

«Sentimos que é o momento de a família do Sporting se juntar, que pelo menos durante estes 90 minutos esquecerem os problemas e se juntem no apoio à equipa», vincou, lembrando que «em clima de guerra é difícil construir coisas boas».

O treinador reconhece que o cenário melhorou com as vitórias alcançadas ante Paços de Ferreira e Olhanense, devolvendo maior confiança e estabilidade emocional aos jogadores, mas quer mais: «Não vamos descansar, mas sim pensar que este é o momento para solidificarmos e sermos mais fortes no futuro.»

O objetivo até final da época será, já Jesualdo admitiu anteriormente, qualificar a equipa para as competições europeias. «Se ainda é possível chegar ao terceiro lugar? Não dependemos de nós. A nossa capacidade só nos permite pensar em ganhar o maior número de jogos. Muita coisa ainda pode acontecer no campeonato e nesse quadro, repito, o Sporting está num momento ótimo para estabilizar.»


Fonte: A BOLA 

Assembleia Geral deverá ser a 9 de fevereiro



Por Hugo Forte

A verificação e validação das assinaturas recolhidas pelo movimento Dar Rumo ao Sporting para a marcação de uma Assembleia Geral (AG) para deliberar sobre a destituição do Conselho Diretivo deverá estar concluída até ao próximo fim de semana e, para já, tudo indica que esteja em conformidade com os estatutos, pelo que a reunião magna deverá ser marcada, segundo A BOLA apurou, para o fim de semana de 9 de fevereiro.

O requerimento com 800 assinaturas correspondentes a 3500 votos foi entregue no dia 6 deste mês e os fundos necessários para a realização da mesma no dia 11, pelo que a Mesa da Assembleia Geral irá considerar como data válida até à marcação da reunião magna - o prazo segundo os estatutos é de 30 dias - o de 11 de fevereiro, quando o movimento Dar Rumo ao Sporting cumpriu todos os pressupostos requeridos estatutariamente.

Desta forma, como nos últimos tempos ficou decidido que as AG se deverão realizar-se ao fim de semana para que haja uma maior disponibilidade dos sócios para comparecerem, tudo aponta para que Godinho Lopes e seus pares sejam sufragados entre 8 (sábado) e 9 (domingo) de fevereiro.


Fonte: A BOLA

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Leão recusa proposta do Grémio por Insúa



Por Rui Baioneta

Disposto a abrir mão dos seus jogadores mais caros, pois urge baixar a folha salarial, o Sporting aceitou sentar-se ontem à mesa com dois dirigentes do Grémio de Porto Alegre, que chegaram segunda-feira a Lisboa dispostos a contratar Emiliano Insúa. Mas os valores não convenceram os leões, que recusaram a proposta.

A conversa foi demorada, ocupou grande parte da tarde de ontem, e decorreu na academia do clube, em Alcochete, e, apesar de não ter sido revelado o valor do montante tendo em vista a concretização da transferência, A BOLA apurou que a mesma era muito aquém do pretendido pelos leões.

O próprio presidente do Grémio, Fábio Koff, revelou ao nosso jornal que, agora, o clube «vai partir para outra solução». «A proposta que apresentámos não foi aceite e por isso não há negócio. Se podemos apresentar nova proposta? Não, isso não vai acontecer», garantiu o líder dos brasileiros.

Emiliano Insúa tem contrato com o Sporting válido até junho de 2016 e uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. Um eventual negócio pelo argentino seria, no entanto, por números bem mais abaixo.

Certo é que os leões continuam a precisar de baixar a folha salarial e de encaixar mais euros neste mercado de inverno. E apesar de Fábio Koff assegurar que já está a pensar noutra solução, não será de estranhar que os brasileiros ainda voltem à carga... 


Fonte: A BOLA

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Movimento Dar Rumo ao Sporting desagradado com atraso na marcação da Assembleia Geral




Por Redação


Há mais de uma semana que foi entregue nos serviços do Sporting a petição para a realização de uma Assembleia Geral, visando a destituição da Direção liderada por Godinho Lopes.

Da parte do Movimento Dar Rumo ao Sporting, responsável pela petição, estranha-se o atraso na resposta por parte dos serviços do clube. «A verificação das assinaturas ainda nem sequer começou. Não é uma situação que nos agrade, mas não nos deixa intranquilos, pois há o prazo de 30 dias para que a Assembleia seja realizada», diz André Patrão, em declarações prestadas à Renascença.

«Em duas noites fiz eu próprio a verificação dos votos, por isso estranho o atraso dos serviços do Sporting. Pode sempre ter havido algum problema, mas espero que até ao final da semana surja alguma resposta», prosseguiu aquele que é um dos rostos deste Movimento, para quem só se está a adiar o inevitável. «A Assembleia terá de acontecer», vincou.

Fonte: A BOLA 

«Labyad quer mostrar toda a sua qualidade no Sporting», diz empresário do jogador



Por Rui Baioneta

Foi notícia, recentemente, o alegado interesse do FC Porto na contratação de Zakaria Labyad, tema que Marcel Veerman, um dos empresários do jogador e, também, um dos seus grandes amigos, aborda frontalmente, garantindo que nunca tinha ouvido falar disso até ao momento em que, sobretudo na Holanda, os jornais falaram nessa possibilidade.

«Eu e o Labyad ficámos verdadeiramente surpreendidos quando nos falaram que esse assunto era tema de jornal. Nem sabemos sequer de onde isso saiu», diz Veerman, realçando que o jogador está apenas concentrado no Sporting:

— O Zakaria Labyad pensa, neste momento, em ajudar a equipa e em continuar a adaptar-se. Essas são as suas metas. O Labyad assinou contrato por cinco temporadas e quer mostrar a sua qualidade no Sporting. 

Fonte: A BOLA

sábado, 12 de janeiro de 2013

Banca quer ficar com quotas do Sporting



Godinho Lopes tem sofrido pressões dos mais diversos quadrantes para sair mas recusa demitir-se de presidente do Sporting. E, muito em breve, deverá concluir um dos pontos-chave do segundo ano de mandato: a reestruturação financeira.
Uma das propostas em cima da mesa, que partiu da banca, prevê como garantia as receitas de quotização nos próximos 40 anos e um perdão parcial de dívida, numa operação que envolve clube e SAD.
Conheça todos os pormenores do plano, bem como as principais movimentações em torno da assembleia geral extraordinária que poderá destituir o elenco de Godinho Lopes, na edição deste sábado do Expresso. 
Fonte: Expresso


Jesualdo quer ponta-de-lança para fazer concorrência a Van Wolfswinkel



Por José Carlos de Sousa

Fechado o dossier que visava a contratação de um lateral direito, os leões continuam no mercado a tentar colmatar uma ou outra carência detetada por Jesualdo Ferreira no plantel principal.

Se é certo que a prioridade, neste momento, é baixar os custos com a equipa, e que o dinheiro para eventuais contratações não abunda, bem pelo contrário, a verdade é que os leões gostavam muito de poder contar com mais um ponta-de-lança no plantel, um jogador que possa `provocar` Van Wolfswinkel, ele que não tem concorrente para a posição 9.

Esta é, pois, a principal carência no grupo e que leva os dirigentes do Sporting a estarem muito atentos ao mercado, cientes de que a tarefa que lhes compete não se afigura nada fácil. Mesmo nada.

Primeiro, porque é muito difícil contratar sem dinheiro, ou melhor, muito pouco dinheiro; depois, porque se trata de uma posição muito específica, logo cara, pelo que, além de não haver assim tantas opções de escolha, a mesma terá de ser muito criteriosa, uma vez que os leões querem evitar a chegada de novos `flops`, casos de Seba Ribas ou Bojinov.

Jesualdo Ferreira conhece bem as características de Van Wolfswinkel e sabe que se trata de um avançado de qualidade, apreciado até por vários clubes, mas sabe que, ao `pressionar` o jogador, este poderá sentir-se ameaçado e apresentar um rendimento ainda melhor.

De referir que, após uma época de 2011/12 em bom plano, o holandês está a realizar uma época aquém do esperado, reflexo, também, do fraco rendimento de toda a equipa. 

Fonte: A BOLA 

«Vitória melhorou o comportamento e o bem-estar dos jogadores» - Jesualdo Ferreira



Por Eduardo Marques

O treinador do Sporting reconhece que a vitória na passada quarta-feira, diante do Paços de Ferreira, estimulou os jogadores. No entanto, Jesualdo Ferreira lembra que se tratou apenas da primeira página de um longo livro.

«A vitória com o Paços de Ferreira melhorou o comportamento e o bem-estar dos jogadores, mas apesar disso só virámos a primeira página de um grande livro que a equipa tem de ler sobre os processos que pretendemos implementar», vincou Jesualdo Ferreira na conferência de Imprensa de lançamento ao jogo deste domingo, frente ao Olhanense.

Os leões vão ao Algarve em longo jejum de vitórias fora de casa, mas Jesualdo diz que isso não vai durar eternamente, esperando que possa trazer os três pontos para Alvalade.

Contudo, do lado do adversário, o treinador Manuel Cajuda já disse que o Olhanense até seria favorito. «Jogou forte em termos psicológicos, pôs mais pressão sobre os seus jogadores, mas deve ser a primeira vez que o Sporting não é favorito contra o Olhanense», brincou Jesualdo.

Fonte: A BOLA

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Cajuda: «Somos favoritos contra o Sporting»


O treinador do Olhanense, Manuel Cajuda, não tem dúvidas em considerar a sua equipa favorita na receção de domingo ao Sporting, em partida da 14.ª jornada da Liga. "Quem é favorito? O Olhanense. Porquê? Porque é. Por que razão hão de ser os outros, por que razão não havemos de ser nós? Estamos à frente na classificação, jogamos em casa. O Sporting é consideravelmente o clube mais forte, mas o favoritismo não dou, não quero dar. Pode ser treta da minha parte, mas claro que somos favoritos", disse o técnico, ao seu estilo, na antevisão da partida.

O jogo de domingo marcará o regresso de Cajuda à I Liga, à semelhança de Jesualdo Ferreira, no lado sportinguista, e, apesar de nunca ter vencido o técnico leonino em jogos da I Liga, o treinador do Olhanense diz que esse registo negativo não será motivação para ganhar o jogo. "A motivação passa por ganhar qualquer jogo. Não escolho nem os inimigos - e este não é o caso, ele não é meu inimigo - nem pessoas para derrotar. As minhas vitórias não serão felizes pelas derrotas dos outros, mas pelo mérito de as conquistar. Se calhar, também se pode ver pelo caso inverso: não há nenhum treinador que tenha ganho tanto ao Sporting como eu", atirou.

Elogiando a escolha de Jesualdo Ferreira para técnico do Sporting - "foi uma boa opção", Cajuda diz que já espera ver o seu "cunho" na formação leonina. "O Sporting era uma equipa com muitos problemas na sua organização defensiva e, conhecendo Jesualdo como conheço - temos uma vida em comum, já há muitos anos que nos andamos a enganar um ao outro -, acreditando na sua competência, acredito em algumas mudanças na equipa", comentou.

Apesar dos muitos problemas, com jogadores em dúvida devido a lesão e três ausentes ao serviço da seleção de Cabo Verde, o treinador promete que o Olhanense jogará "na máxima força do momento".

O treinador algarvio diz que aproveitará o que de bom ficou do trabalho promovido pela equipa técnica liderada pelo seu antecessor, Sérgio Conceição: "Seguramente que fizeram muita coisa boa. Se eu mudasse, só porque sou o Manuel Cajuda, seria o meu primeiro ato de estupidez".

Questionado se o empate diante dos leões será satisfatório, Cajuda até inventou uma palavra nova: "É óbvio que quero ganhar e vou lutar para isso. Mas, face às nossas dificuldades, que toda a gente conhece, o empate não era bom nem era era ótimo, era 'bótimo'".

O Olhanense, oitavo classificado, com 14 pontos, recebe no domingo o Sporting, 12.º, com 12, em jogo marcado para as 18 horas, no Estádio José Arcanjo, em Olhão, com arbitragem de Hugo Pacheco (Porto).

Fonte: www.record.pt

Godinho equaciona demissão



Por Pedro Soares

No dia em que o movimento Dar Rumo ao Sporting informou a Mesa da Assembleia Geral de que já tem a verba necessária para custear a realização de uma reunião magna extraordinária (e o arrendamento do pavilhão de Odivelas) — já tendo, até, o número da conta bancária dos leões para depositar os 30 mil euros pedidos —, e numa altura em que os serviços administrativos já estão a conferir a validade dos votos recolhidos para o efeito, Eduardo Barroso, presidente da Mesa da AG, confirmou, ontem à noite, ter estado horas antes reunido com Godinho Lopes, que foi ausência notada no jantar de entrega de bolsas dos Leões de Portugal.

Barroso não quis divulgar o teor do encontro mantido por ambos ao almoço, mas o discurso mais sereno na conversa com os jornalistas e os argumentos apresentados sobre a importância estratégica do mês de janeiro, a vários níveis, apontou para a existência de um compromisso entre os dois dirigentes de não realizar a reunião magna em janeiro, mas apenas em fevereiro, tal como os estatutos permitem que aconteça.

«Neste momento, tenho a noção de que os superiores interesses do Sporting fazem com que eu e o presidente Godinho Lopes contribuamos para que esta fase importantíssima para o Sporting possa ser vivida com calma que permita o sucesso das situações que temos de gerir, entradas e saídas de jogadores, a reestruturação financeira e, eventualmente, o dar a palavra aos sócios. Pela primeira vez peço aos sócios: confiem em mim», pediu Eduardo Barroso, vincando que cumprirá «à risca» os estatutos e que com esta Mesa da AG «não haverá irregularidades».

Os estatutos, recorde-se, contemplam a marcação da AG para o efeito «para data não posterior a trinta dias, contados da data em que haja sido requerida», o que dá margem a Eduardo Barroso para a agendar já depois de 31 de janeiro, após o fecho do mercado de transferências.

Há, todavia, uma maneira de evitar a AG, que será a demissão de Godinho Lopes. Pressionado cada vez mais por vários quadrantes do clube, por diferentes grupos de notáveis, Godinho, já ciente que será impossível evitar a reunião magna perante os últimos desenvolvimentos, estará a equacionar abdicar do cargo no fim do mês, fechado o mercado e tratadas algumas questões financeiras prementes, provocando, assim, eleições.


Fonte: A BOLA 

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

«É o Clube do meu coração, sempre fui sportinguista desde pequeno» - Miguel Lopes



Depois de fechar contrato com o Sporting Clube de Portugal, Miguel Lopes falou com o site do Sporting e mostrou a sua satisfação pela chegada a Alvalade: “O Sporting é um grande Clube, que tem muita História. É o Clube do meu coração, sempre fui sportinguista desde pequeno o que me dá mais vontade de trabalhar e dar muitas alegrias aos adeptos”.

Miguel Lopes diz-se preparado para as dificuldades. “Eu estou preparado, sou uma pessoa que nunca vira a cara à luta, dou tudo dentro de campo e quero ajudar o Sporting a chegar aos seus objectivos”, garante.

“Quero jogar o máximo possível, sem lesões, concentrado no meu trabalho e em ajudar o Sporting. Estou disposto a ajudar os meus companheiros em tudo”, acrescenta.

Sobre os objectivos para esta temporada, Miguel Lopes definiu-os assim: “O Sporting, neste momento, tem de pensar jogo a jogo. Temos um grupo fantástico, que, se estiver unido e coeso pode, sem dúvida, chegar à UEFA. Agora precisamos de pensar numa jogo de cada vez e em alcançar a primeira vitória e as outras por aí em diante. Para já, é o importante para o Clube crescer e para os adeptos estarem bem. Este Clube está habituado a ganhar e terá se ser assim”.

IN SPORTING.PT

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Já é oficial, Vercauteren não é mais treinador do Sporting!



Ao que tudo indica as duas partes chegaram a um entendimento e cessaram o contrato que ligava o belga ao Sporting até ao final da presente temporada.
Foi declarado também no comunicado à CMVM que Jesualdo Ferreira, manager do Sporting assumirá o controlo da formação verde e branca.



Veja o comunicado na integra, abaixo:


Elias poderá ir para o Internacional de Porto Alegre



Por Redação

Fora dos planos do Sporting, o médio Elias deverá prossegui a carreira no futebol do seu país, o Brasil. Depois dos propalados interesses de Flamengo e Fluminense nos seus préstimos, o médio é agora alvo de cobiça do Internacional de Porto Alegre, comandado por Dunga.

Relata, o site Zero Hora de Porto Alegre, que além de anunciarem as contratações do lateral-direito Bruno Peres, de 22 anos, que pertence ao Audax e que estava emprestado ao Santos, e do médio Vitor Júnior, 26 anos, que na última época atuou no Botafogo, os dirigentes do Inter preparam-se para anunciar a contratação de um jogador de renome.

Os dirigentes gaúchos encontram-se a analisar a contratação de Elias. O vencimento do médio (mais de 150 mil euros) está dentro da folha salarial do clube, acrescenta o Zero Hora.


Fonte: A BOLA